Ensinando a palavra de Deus as crianças, em tempo de pandemia

Estamos vivendo dias difíceis.

Acredito que nem em nossos piores pesadelos, imaginaríamos passar por uma situação como a atual.

Ficar em casa “isolados”, longe de parentes e amigos tem sido algo novo e desafiador para todos, incluindo nossas crianças. “Ah, mas elas estão gostando de ficar em casa, sem ter que ir à escola ou ter que acordar cedo e tomar banho!”. Eu concordo que a rotina ficou um pouco mais leve nesse sentido, mas digo que apenas nesse.

Muitos pais estão subindo pelas paredes e não sabem mais o que fazer para distrair suas crianças. A sequência dos desenhos animados e das canções “chiclete” que as crianças assistem na televisão estão nos deixando malucos, mas como pais temos que nos manter calmos e saber que tudo isso vai passar e que, o mais importante, nada disso está acontecendo sem a permissão do nosso Pai Celeste.

Nossa responsabilidade é, sem dúvidas, relembrar aos nossos filhos a benção de estarmos seguros em casa e, que, nosso Deus continua presente em nossa nova rotina.

Como tem sido para vocês fazer o devocional bíblico?

Alguns estão trabalhando, respondendo e-mails, atendendo ligações importantíssimas, se reunindo com seus chefes e subordinados.

Que benção é ter um emprego nesse momento tão complicado, mas e seus filhos?

Como eles estão vendo essa nova rotina?

Por outro lado, temos aqueles chefes de família que se viram impedidos de trabalharem e, consequentemente, perderem seu ganha-pão. Não podemos desanimar.

A Palavra de Deus não deve ser deixada de lado nesse momento.

Mas muitas igrejas estão pensando nas crianças! Muitas estão desenvolvendo “Cultos online para as crianças”. Basta colocar seus filhos sentados no sofá na frente de uma tela, que eles receberão a dose diária ou semanal da Palavra de Deus! Mas isso só não basta.

A quarentena deve ser tratada de outra forma, com outros olhos e com uma postura adequada. Se você, pai cristão, não está fazendo sua parte, não espere que os trinta minutos de aula online vá fazer isso.

Se o celular, as redes sociais e os constantes ataques da televisão em meio essa guerra política estão sendo prioridades em sua casa, seu filho está vendo a bela oportunidade que você está perdendo ao não conversar com ele sobre o que está acontecendo com os devidos óculos cristãos que precisamos usar o tempo todo.